segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Desabafo

Oi, Pessoal.

Há quase 2 meses não aparecemos por aqui e por isto estamos devendo postagens "básicas", que acredito serem muito úteis pra quem vem com filhos. Vou colocar ainda essa semana, mas essa postagem de hoje vem mais como um desabafo.

Há pouco mais de 01 ano, quando ainda estávamos no Brasil, solicitamos o visto americano de turismo e o mesmo nos foi negado.
Quem nos conhece sabe como foi frustante, irritante e inesperado... Quer dizer, inesperado pra quem é inocente, porque quando se trata deste assunto, sabemos que é igual a bumbum de nenen, ninguém sabe o que vai sair...:-)
Tínhamos uma situação suficientemente "tranquila", empregos, empresa, bens, etc, tanto que na entrada a moça que checa a documentação nos orientou a pedir visto de negócios também, por causa da profissão do marido, que é da área de informática, tinha trabalhado numa empresa que eles mantém um tipo de convênio para darem vistos, etc. Mas tínhamos o visto de imigração para o Canadá carimbado nos nossos passaportes havia menos de 01 mês. E isso fez com que o cidadão lá terminasse a entrevista dizendo que quando estivéssemos aqui, voltássemos a solicitar o visto, mesmo com tudo que apresentamos naquele momento.
Na época, como frequentávamos vários sites, fóruns e listas de discussão, como faz qualquer imigrante em vias de imigrar, aproveitei a nossa experiência e quis compartilhar com os demais, pois sabia que o nosso caso não tinha sido o único.
Numa determinada lista de discussão, que não foi a que criamos, após narrarmos tudo que havia acontecido, um cidadão veio questionar os pontos que havíamos alegado, dizendo que não tinha sido o visto de imigração, já que o Canadá é parceiro dos Estados Unidos, etc... Quando explicamos mais uma vez, dizendo que o nosso caso não havia sido o único que conhecíamos e que aconselhávamos a quem quisesse solicitar o visto americano, o fizesse antes de ter o visto canadense no passaporte, que configurava instabilidade (você estava lá, mas estava em processo de mudança pro Canadá, etc), esse mesmo cidadão surgiu mais uma vez, dizendo que tinha um amigo no Consulado Americano e tinha "averiguado" o que eu tinha falado, que os nossos dados eram tais e tais.
Fiquei muito p... da vida!!!!!!! Nada do que ele alegou na lista nos fazia vergonha, muito pelo contrário, só confirmava que eu tinha provado que era advogada de um consultório médico e no mais era autônoma, meu marido na época era empresário com empresa ativa há quase 10 anos, funcionários, havia saído da empresa de informática que ele trabalhava, exatamente porque estávamos de mudança, etc, ou seja, não nos denegria em nada. Mas, me irritou profundamente ver que eu tinha tentado ajudar e um indivíduo qualquer tinha tido o descaramento de vasculhar nossa vida!! E mais: como alguém tinha tido acesso ao nosso processo, num órgão que diz respeitar as leis, ser sigiloso?

Com isso, deixamos de frequentar listas e ainda que as frenquentemos de vez em quando, deixamos de comentar, participar, exatamente para nos "resguardar".

Pois bem, chegamos ao Canadá, nesse tempo já viajamos de férias ao Brasil sem ter o visto americano, o que limita, e muito, as possibilidade de rotas, mas nem por isso morremos.
Tinha prometido que nem tão cedo íamos tentar novamente o visto, porque além do orgulho ferido de terem suspeitado uma coisa absurda (como uma pessoa em sã consciência poderia deixar de viver legalmente no Canadá para viver ilegalmente nos EUA? Ainda mais com filhos pequenos...), tinha também o lado do dinheiro jogado fora, pois no Brasil foram quase R$ 900,00.
Mas, os filhos pedindo pra irem pra Disney, pra New York... Pois bem, marcamos entrevista e, ao contrário do que normalmente falam, marcamos sem dificuldade, tanto que precisamos remarcar algumas vezes e novamente marcávamos sem dificuldade.
Na última 3ª feira, lá fomos nós, pra entrevista novamente do nosso visto americano de turismo. Dessa vez já havíamos combinado que, se oferecessem o de negócios como fizeram no Brasil, o marido iria dizer um bem bonito "não", pois nosso interesse era só passear mesmo.
Levamos todos os documentos que achamos necessários, mas tenho que dizer que acredito que nossa situação é menos confortável que no Brasil (aqui não temos imóveis ainda, etc).
De qualquer forma, após um atendimento tranquilo e algumas perguntas, como qual o visto que estávamos querendo, qual o propósito de nossa viagem, etc o cidadão nos disse "c'est bon!".
Não vou negar que foi um alívio! Depois de um visto negado, não se vai pra entrevista numa situação muito tranquila. Se bem que o marido foi bem mais tranquilo que eu... Homens são homens, né? E a maioria deles é de uma "frieza" pra umas coisas.:-D

No dia seguinte, os passaportes estavam prontos e fui buscá-los. Os nossos vistos foram de 10 anos, ou seja, de 120 meses, como informado pelo site (tratamento igualitário para os residentes permanentes no Canadá) e, para nossa surpresa, nos deram visto de turismo e negócios, mesmo sem termos solicitado, acredito que pela profissão do marido e sem termos de pagar nada a mais por isso.
Estou comentando que isso que fizeram foi pra compensar o dinheiro que gastamos à toa no ano passado e para nos compensar da injustiça.:-P
Lógico que não foi isso, mas que foi bom, ahhh isso foi!!

E quanto ao cidadão, não sou de guardar rancor, mas gosto de esclarecer as coisas... Eu ainda vou encontrar com ele e ele vai saber que não gostei. Vai ser igual a um cidadão que disse que lia o nosso blog pra não cometer os mesmos erros que nós cometemos em relação às escolas dos meninos. Ao chegar aqui, conversando comigo disse que percebeu não era erro nosso e que realmente tem umas coisas que não dependem da gente...
Ou seja, nada como um dia atrás do outro, com uma noite no meio!!!

Essa semana vou postar sobre a entrada do pequeno na escola, que o colocaram em classe d'accueil, mas como ele foi parar em classe regulier antes do começo das aulas.;-)

Abraços a todos e à bientôt!!

11 comentários:

Ju disse...

E o primeiro comentário é o me-eu!
Parabéns de novo pelo visto conseguido! Daqui a pouco vamos tirar os nossos também, aí poderemos passear na Disney, nós 6 =)
Beijosss!

Taty disse...

meu, q absurdo... sério... como o cara vai vasculhar e ainda divulga isso.. que absurdo.. que mostrar o que? que tem amiguinhos?

mas deu tudo certo... e vc ta certa.. eu entrei numa lista e falei uma coisa meio em duplo sentido (sem querer) e quase fui apedrejada.. agora só leio hehehehe

beijocas

Tatiana disse...

Eu só acredito numa coisa nessa palhaçada de tirar visto aqui no Brasil: É pra pegar o nosso dinheiro!

Hhe E olha, vc saiu lucrando em outra coisa tb: Aqui no Brasil eles não dão mais visto de 10 anos, agora é só de 5; e outra, vc tirando o visto aí tirou como "canadense" diante das leis para canadenses e isso só traz benefícios! :) VIVA!

Anos atras em 2003, no auge da Guerra do Iraque, eu fui tentar tirar o visto de estudante para os US para poder ir fazer um curso de Inglês. Eu já tinha no meu passaporte um visto de 10 anos, que tinha sido tirado em 99, de visitante, (turismo), então achei que nem iria ser dificl, pois obvio que se alguém tem um visto válido,e quer uma outra categoria, é obvio que vai estudar ne? Afinal, se eu quisesse entrar nos UA eu ja tinha um visto! Pois bem levei minha documentação tda, a carta da escola assinada pelo diretor etc e a madame lá me deu um não na minha cara sem justificar nada. Foi obvio que foi pelo $$$ para me fazer pagar a taxa novamente. Eu sei de vários casos que pessoas pagaram 2-3x a taxa e depois coneguiram o visto. Vai entender.. $$$$$ hehehe

Enfim... mas senao me engano, qdo vcs viraram canadenses 100% (depois dos 3 anos sei lá que tem que viver aí ) ai vcs nem mais precisaram de visto para irem aos US! VIVA!!!! :)

Boa semana!!!!
Tati

Alice, Paulo e Lucas disse...

1° Esperem por nós... queremos ir com vcs!
2° Realmente, nada como um dia após o outro e com uma boa noite de sono no meio... Boa noite! Vou dormir.

Bjão,

Alice

R. e L. disse...

Olá! Somos novos aqui e acompanhamos o blog de vcs! Muito bom por sinal!!
Até mais!

P disse...

duas coisas: cabeça do povo de consulado é meio doida! já vi gente sem emprego conseguir visto e famílias estáveis serem recusadas. isso pra canadá, usa...
gente idiota: o mundo é cheio delas. isso pra canadá, usa...

o bom é que a vidinha de vocês segue adiante!
:)

!Lá Vamos Nós! disse...

Acho que participei desta lista de discussão, foi minha primeira e última. Nunca mais me inscrevi em outra lista, minha esposa se inscreveu e acho muito triste ver as pessoas q invés de tentarem se ajudar ficam criando polêmicas q enchem a caixa de entrada dificultando a leitura dos tópicos importantes.

leslapins disse...

Oi Dani!!!
quanto tempo nao nos "falamos"!!
Realmente o HSBC tem sido bom pra nós também. Nao é "uma mae", mas por ser banco, até que nao temos do que reclamar, rsrs
Um feliz Natal e um 2010 cheio de muitos momentos felizes na sua vida e de sua linda familia!!

bjo Grande!
Erika

Juliana & André disse...

Olá Dani,

Há algum tempo estamos acompanhando seu blog e adoramos.
Na verdade percebemos que estamos na mesma situação, pois eu e meu marido também estamos querendo ir para Quebec.
Ele da área de TI e eu Jurídica.
Gostaria de trocar idéias e saber como andam as oportunidades por aí, se possível é claro!
=)

Meu email: juliana.andrade.medeiros@hotmail.com

Camila disse...

Oi Dani,

Comecei a acompanhar seu blog há pouco tempo e estou amando!
Estou na mesma situação da Juliana aqui em cima, meu marido é da área de TI e espera ter oportunidades no Canadá.
Espero que daqui um tempo possamos nos conhecer no Québec =)

Ainda não criamos nosso blog, estamos na fase "curso de frances", mas em breve iremos criá-lo.

Um abraço!

Green disse...

Que bom saber que agora vcs conseguiram, eu consegui o visto de turismo, mas meu amor não, sofremos muito por tudo oq você postou e tal, e como vc disse, é uma coisa meio sem critério mesmo, pois prá mim, fizeram 3 perguntas e não pediram prá ver nada, e prá ela fizeram umas 10 e pediram mil documentos, ou seja é chato, pq é uma coisa que não depende de nós e sim de uma pessoa, que vá ou não com a sua cara, bem bizarro. Pelo oq eu soube pelo blog não é muito fácil para os PRs conseguirem o visto (oq é bem doido), em um desses relatos, a pessoa disse que só a minoria consegue, bem, não sei se é verdade, mas como vc disse, poxa queremos passear, e fora o custo das passagens para o Brasil aumenta um pouco =/
Que bom que conseguiram, é um alento para nós!